Integrando Gerência de Configuração de Software, Documentação e Gerência de Conhecimento em um Ambiente de Desenvolvimento de Software

Nome: Vanessa Battestin Nunes
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 27/04/2005
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Ricardo de Almeida Falbo Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Davidson Cury Examinador Interno
Guilherme Horta Travassos Examinador Externo
Ricardo de Almeida Falbo Orientador

Resumo: RESUMO
A importância de Ambientes de Desenvolvimento de Software (ADSs) tem sido, cada vez mais, destacada, por apoiarem o desenvolvimento durante todo o ciclo de vida do software, auxiliando a transferência de informação entre suas ferramentas. Porém, um dos principais problemas dos ADSs é a integração de ferramentas. Para tentar solucionar o problema de integração, uma potencial solução é estabelecer uma infra-estrutura em que a Gerência de Configuração de Software (GCS) é o núcleo do ADS. A GCS deve controlar os artefatos produzidos e compartilhados pelas diversas ferramentas, suportar controle de mudanças e controle de versão e prover relatos de estado do processo de alteração. Além disso, uma vez que os artefatos são os elementos básicos da documentação de software e importantes itens de conhecimento, a GCS em um ADS tem de estar integrada à documentação e à gerência de conhecimento do ambiente.
Assim, para uma integração efetiva e consistente, os artefatos de software devem possuir uma estrutura bem estabelecida, definida com base em um vocabulário comum e sem ambigüidades. Neste contexto, ontologias passam a ser consideradas por darem um entendimento compartilhado de um domínio de interesse, resolvendo problemas de comunicação entre as ferramentas e os recursos humanos envolvidos.
O uso de ontologias facilita a atuação da Gerência de Conhecimento, que, integrada à GCS, permite um melhor tratamento dos artefatos de software como itens de conhecimento, beneficiando seus mecanismos de busca e disseminação de conhecimento.
Esta dissertação apresenta uma infra-estrutura de gerência de configuração que define uma ferramenta de GCS construída e integrada ao ambiente ODE (Ontology-based software Development Environment) e os procedimentos de integração da GCS às demais ferramentas de ODE, em especial à Gerência de Conhecimento e à documentação. Para apoiar essa integração, a infra-estrutura proposta foi construída tomando por base uma ontologia de artefatos de software desenvolvida também no contexto deste trabalho.
Palavras-chave: Gerência de Configuração de Software, Gerência de Conhecimento, Ambientes de Desenvolvimento de Software, Ontologias, Documentação.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910