Suporte automatizado para desenvolvimento de ontologias utilizando padrões ontológicos de domínio

Nome: Andre Kapich Souza
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 10/08/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Renata Silva Souza Guizzardi Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Giancarlo Guizzardi Examinador Interno
Maria Luiza Machado Campos Examinador Externo
Renata Silva Souza Guizzardi Orientador

Resumo: A Engenharia de Ontologias tem evoluído bastante nas últimas décadas, com um número crescente de metodologias, ferramentas e aplicativos, que estão sendo propostos e experimentados na academia e na indústria. Por meio das ontologias, o conhecimento compartilhado de um domínio pode ser modelado para ser comunicado entre pessoas e sistemas automatizados. Com isso, a utilização de ontologias se torna uma importante ferramenta em diversas áreas do conhecimento para se estruturar, organizar e apoiar o compartilhamento dos conceitos que são inerentes a essas áreas. Além disso, com o uso de ontologias, a interoperabilidade entre sistemas se torna possível, devido à normatização e ao uso de padrões em sua construção. No entanto, o desenvolvimento de ontologias a partir do zero é uma tarefa difícil e complexa, uma vez que uma ontologia deve fornecer uma representação completa e coerente de uma parte específica do mundo. Assim, a reutilização é altamente recomendada em seu desenvolvimento, permitindo que as ontologias sejam construídas com base em modelos pré-existentes, levando a melhores resultados quanto a sua qualidade. Neste sentido, Padrões Ontológicos (OPs) são considerados como ferramentas interessantes para facilitar a reutilização. Recentemente, vários autores da comunidade de Engenharia de Ontologias já propuseram OPs e mecanismos para aplicá-los. No entanto, sistemas automatizados para apoiar a sua utilização na prática ainda são raros. Para preencher esta lacuna, esta dissertação propõe um editor para catálogos OPs, cujo objetivo é apoiar o gerenciamento e o reúso desses padrões. Assim, a abordagem de catálogo de OPs pode ser aplicada na construção de ontologias, com suporte automático. No desenvolvimento do editor proposto, optou-se por estender um editor de ontologias existente (o OLED) para aproveitar suas ferramentas de modelagem, verificação, transformação e validação. Também foram parcialmente implementados três catálogos de OPs específicos para os domínios de Serviço, de Processo de Software baseado na ISO e de Colaboração. Além disso, esta dissertação descreve três exemplos de utilização, um para cada um dos domínios citados, visando demonstrar a viabilidade da abordagem de construção de ontologias utilizando catálogos de OPs com o uso do editor desenvolvido, enfatizando também o benefício do reúso de OPs.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910