Construção de Ontologias de Tarefa e sua Reutilização na Engenharia de Requisitos

Nome: Aline Freitas Martins
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 24/06/2009
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Ricardo de Almeida Falbo Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Fernanda Araujo Baião Amorim Examinador Externo
Giancarlo Guizzardi Examinador Interno
João Paulo Andrade Almeida Examinador Interno
Ricardo de Almeida Falbo Orientador

Resumo: Atualmente, reconhece-se que a reutilização oferece uma importante oportunidade para alcançar melhorias no desenvolvimento de software. Maiores benefícios, no entanto, são obtidos pela reutilização em níveis mais altos de abstração, sobretudo pelo reúso de conhecimento. Em relação à reutilização de conhecimento, dois grandes tipos de conhecimento devem ser considerados: conhecimento de domínio e de tarefa. Para desenvolver o conhecimento para a reutilização, necessita-se de modelos para capturar ambos e ontologias podem ser utilizadas para este fim. Ontologias de domínio descrevem o vocabulário relacionado a um domínio genérico, enquanto ontologias de tarefa descrevem o vocabulário relacionado a uma tarefa genérica. Ontologias de domínio têm sido amplamente utilizadas nas mais diversas áreas da Ciência da Computação, entretanto o mesmo não ocorre com ontologias de tarefa. Existem poucos trabalhos apresentando ontologias de tarefa e não há uniformidade na representação das mesmas.
O conhecimento de tarefa envolve dois aspectos principais: a decomposição em subtarefas e os papéis de conhecimento que as entidades do domínio irão exercer na realização da tarefa. Este trabalho propõe o uso de perfis UML baseados na Ontologia de Fundamentação Unificada (Unified Foundational Ontology UFO) para representar ontologias de tarefa: OntoUML (com base em diagramas de classes), para a modelagem dos papéis conhecimento envolvidos e suas propriedades e relações, e E-OntoUML (com base em diagramas de atividades), para capturar a decomposição de tarefa e a participação dos papéis de conhecimento nas mesmas. O primeiro tem sido bastante utilizado para representar ontologias de domínio, enquanto o segundo é um novo perfil, proposto neste trabalho. Discute-se, também, como ontologias de tarefa podem ser combinadas com ontologias de domínio, a fim de descrever o conhecimento relativo a uma classe de aplicações. Por fim, propõe-se uma abordagem para reutilização de ontologias de tarefa no processo de Engenharia de Requisitos.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910